TESTEMUNHOS
Nunca serei merecedor de tudo o que Ele fez por mim 14 de Fevereiro de 2018   Nunca serei merecedor de tudo o que Ele fez por mim | Missão Cristã Elim

 

Na virada de ano de 2016 para 2017, eu havia feito uma oração durante a reunião de réveillon, que aconteceu na casa do pastor Valério. Na oração, eu disse que queria que o ano de 2017 fosse diferente; porém com o passar dos dias me esqueci dessa oração e continuei o ano como qualquer outro até a Convenção.

Havia perdido a vontade de ir para a igreja e ficava irritado quando meus pais cobravam a leitura da Bíblia. Mas, ao chegarmos à Convenção, logo no primeiro culto, durante a pregação do pastor, algo mudou e eu passei a querer estar nos cultos e tinha o pensamento que Deus poderia curar meu nariz (pois naquela época eu usava muito remédio para poder respirar normalmente e a situação estava piorando, nem o remédio adiantava e eu estava com medo de ter que fazer uma cirurgia, pois minha mãe já estava falando nisso).

À noite, na oração pelos enfermos, minha mãe disse para eu pedir oração pelo o meu nariz, e então eu fui curado de um problema que tinha desde bem novo. Toda minha arcada dentária foi modificada e meu nariz desobstruído. A partir daí, o Senhor Jesus se tornou meu maior amor, porque mesmo eu não merecendo Ele me curou. 2017 passou e foi o melhor ano da minha vida.

Na Convenção deste ano (2018), Deus me curou de um problema nas costelas, que eram muito abertas. Me lembro que no último dia de culto, o pastor Martin disse que o Senhor seguiria curando minhas costelas nos próximos dias, mesmo depois que a Convenção terminasse. E, como é possível ver na foto, o Senhor Jesus mais uma vez cumpriu com Sua palavra.

Além das coisas que aprendi nos cultos, entendi que tenho que passar a fazer mais coisas para Deus, pois Ele morreu por mim, curou o problema respiratório que tinha, me deu um ano cheio de experiências boas, me livrou de coisas que eu nem sei e curou minhas costelas e coluna sem eu merecer! Nunca serei merecedor de tudo o que Ele fez por mim.



João Pedro Holanda
MCE Brasília
COMPARTILHE: